15 Fev2012

Boletim Julho 2010

“Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; para que em tudo enriqueçais para toda a beneficiência, qual faz que por nós se dêem graças a Deus.” II Co 9:10,11

Crianças

Cagila, Nando, Octávio, Tina, Chifuchi e António são as seis crianças que temos em casa. No entanto temos sempre a
visita de muitas outras crianças ao longo do dia, por exemplo o Paulo, o Riquelme, a Mingota e a Celma.

Necessidades e Alvos

Neste momento as crianças têm muita necessidade de roupas e calçado, assim como alguns apetrechos escolares tais como batas brancas e cadernos.

É nosso objectivo criar condições físicas para albergar mais crianças. Uma dessas condições é termos um dormitório feminino e outro masculino, com respectivas casas de banho independentes, uma cozinha ampla, salas suficientes para estudo e lazer e construção dum salão para igreja.

Criadas as infraestruturas com as novas instalações, avançaremos para dar ensino profissional nas diversas áreas de informática, carpintaria, costura, electricidade, etc., às crianças da missão, preparando-as para um futuro mais alicerçado e capacitados para servir o seu país e o meio em que se encontra.

Novo Terreno

Já temos uma pequenina casa no terreno, pois está lá o casal Mimi e Agostinho que cuidam do terreno, dos cultivos e
animais. Necessitamos começar as construções, pois é urgente termos mais espaço e condições para o funcionamento da Missão e assim recebermos mais crianças. Precisamos de materiais de construção para o inicio das construções.

Assuntos de Oração

São muitas as causas que nos levam a pedir ajuda em oração. De momento mencionamos os seguintes motivos:

• Saúde e alimentação lá de casa
• Estudo das crianças
• Sabedoria e inteligência para lidar com diversa situações no dia a dia da missão
• Por uma senhora crente e séria que nos ajude em casa, pois a  senhora Linda só retornará em Agosto
• Pela bruxaria pois já têm tentado amedrontar-nos com esta prática
• Pelas autoridades
• Pela santidade e unidade da liderança da igreja em cazombo e todo a província do moxico
• Protecção e segurança de todos nós
• Por companheiros na missão
• Transporte do contentor desde o porto de Luanda até Cazombo

Veja o boletim: boletim 3 (jul2010)